28 de fev de 2007

Salas Verdes e Coletivos Jovens: uma parceria de peso para a EA

Fábio Deboni

A atuação e movimentação das Salas Verdes podem muito bem ser visualizadas neste importante espaço de comunicação, por meio de notícias de ações, projetos, encontros, parcerias, enfim, de realizações de cada uma das quase 400 Salas Verdes em funcionamento no país.

É bem provável que um dos segmentos que vai frequentam estas Salas são os jovens, sejam estudantes, universitários, estagiários, profissionais, etc, em busca de informações, conhecimento e oportunidades socioambientais. De fato os jovens estão muito mais presentes na sociedade e na Educação Ambiental do que podemos imaginar. Vêm assumindo a linha de frente de inúmeros processos e iniciativas de EA, apesar da falta de maturidade e experiência, e de serem muitas vezes subestimados por adultos e instituições.

Uma destas experiências interessantes são os Coletivos Jovens de Meio Ambiente, os chamados CJs. Estão presentes em cerca de 120 municípios de todos os estados do país, realizando ações de mobilização, articulação, discussão socioambiental, tendo como eixo principal da Educação Ambiental. Os CJs foram criados em 2003 a partir da organização da I Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente e desde então vêm crescendo e se fortalecendo. Articularam-se nacionalmente criando a Rede da Juventude pelo Meio Ambiente e Sustentabilidade, a REJUMA, que atualmente é um espaço de participação de diversos jovens e organizações que vão muito além dos Coletivos Jovens.

Os CJs são grupos informais de atuação de jovens, entendidos como uma referência a faixa etária de 15 a 29 anos, fator este que não limita ou impede a participação de pessoas que se interessem pelo tema “Juventude e Meio Ambiente”. Os CJs não são, portanto, uma ONG, e seu formato se assemelha mais a uma Rede de EA. Eles têm cara própria e autonomia para construir suas ações e traçar seus rumos.

Sem dúvida uma aproximação entre CJs e Salas Verdes pode render excelentes frutos a ambos. As possibilidades de parceria são inúmeras....

Fica aqui o convite para que as Salas Verdes se aproximem mais dos CJs, conhecendo seu trabalho e sua proposta de atuação. Àquelas que já vivenciam esta parceria, que procurem socializar estas experiências com as demais Salas Verdes, como forma de estímulo e aprendizados mútuos. Sabemos que os desafios são grandes mas temos observado que tanto nas Salas Verdes quanto nos Coletivos Jovens têm se destacado a capacidade de superação, a criatividade e o espírito incansável dos(as) educadores(as) ambientais que, como nós, vêm dedicando suas vidas a esta causa.

Mais info sobre os CJs e contatos dos pontos focais dos estados:
fabio.deboni@mec.gov.br
Conheça a Rejuma:
www.rejuma.org.br

Nenhum comentário: