18 de mar de 2007

Brasil contará com "megaportal" virtual voltado para a sustentabilidade

O Brasil passou a contar com mais um instrumento voltado para a sustentabilidade. O Mercado Ético, versão brasileira do Ethical Markets, plataforma multimídia que atinge 150 milhões de pessoas nos EUA, foi lançado na semana passada e têm como objetivo oferecer informações multimídia a empresas, governos e entidades civis por meio do seu site na internet (http://www.mercadoetico.com.br).

O projeto brasileiro é pioneiro fora dos EUA e recebeu investimentos do banco ABN Amro Real, parceiro pioneiro do Instituto Akatu, da Faber-Castell, associada benemérita do Instituto, e da Serasa. Também apóiam a idéia o próprio Akatu, além de Instituto Ethos, Amana-Key, Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social, Instituto de Zero a Seis e Bovespa, entre outros.

O Mercado Ético será um “megaportal” virtual voltado para a sustentabilidade, investimentos socialmente responsáveis, governança e cidadania corporativas, comércio justo, consumo consciente, qualidade de vida e bem-estar no ambiente de trabalho, entre outros. Lideranças empresariais poderão compartilhar suas próprias experiências e ações de incorporação dos valores da sustentabilidade em seus negócios.

O objetivo do projeto é auxiliar executivos e formadores de opinião, além de jovens líderes a seguirem os caminhos da sustentabilidade.No entanto, apesar de ser um projeto voltado, a princípio, para o público empresarial, toda a sociedade brasileira será beneficiada.

A troca de informações é muito importante para a disseminação da cultura da Responsabilidade Social Empresarial, bem como para o ganho de visibilidade das boas práticas. De posse dessas informações, o consumidor consciente pode avaliar melhor suas escolhas de consumo.

E, quando ele escolhe comprar um produto baseado na postura ética da empresa, está incentivando-a a manter esse comportamento e estimulando outras empresas a fazerem o mesmo.

A exemplo do original americano, presidido por Hazel Henderson, uma das mais respeitadas consultoras em desenvolvimento sustentável no mundo, o site brasileiro se propõe a ser a mais completa plataforma multimídia dedicada a esses temas no País.

O site Mercado Ético exibirá programas diários via WebTV, notícias, pesquisas e serviços de busca, além de serviços de consultoria. Christina Carvalho Pinto, publicitária responsável por trazer o Mercado Ético ao Brasil, será responsável também pela apresentação dos programas.

(Envolverde/Instituto Akatu)

Nenhum comentário: