24 de set de 2007

Educação ambiental do MMA participa de congresso dos países lusófonos

O diretor do Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Marcos Sorrentino, estará em Santiago de Compostela, na Espanha, entre os dias 24 e 27 deste mês, para o I Congresso Internacional dos Países Lusófonos e Galícia. Concebido no V Congresso Ibero-Americano de Educação Ambiental - realizado em abril de 2006 em Joinville (SC) -, o encontro tem como meta fundamental reforçar a identidade dos oito países que hoje falam português: Portugal, Cabo Verde, Moçambique, Angola, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste e, claro, Brasil.

Para o diretor, o congresso resultará em dois produtos "fortes": o primeiro, um manifesto pela "internacional socialista" de educação ambiental para, "a partir da unidade galego-portuguesa, estimular a mobilização de todos os países em defesa da vida"; e outro, o lançamento do Programa CPLP de Educação Ambiental, aprovado em julho deste ano, em Portugal, pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, para os oito países em questão.

"Entre as metas do Programa CPLP está a implantação de duas Salas Verdes em cada país de língua portuguesa, para que cada um possua a literatura de meio ambiente dos outros sete", explica Marcos Sorrentino. O projeto Sala Verde - que já conta com 390 unidades no Brasil - promove espaços que, por meio de bibliotecas, audiovisuais e eventos, difunde a informação ambiental. Ainda que adaptada a cada local, cada Sala Verde tem como meta "fomentar uma cultura ambientalista e a identidade de cada um dos oito países", destaca o diretor.

Entre os objetivos do I Congresso Internacional dos Países Lusófonos e Galícia estão o fortalecimento dos programas nacionais de educação ambiental dos oito países; e a cooperação entre eles para o desenvolvimento de uma campanha unificada na diversidade no enfrentamento das mudanças climáticas. Ou: ação modelar que sirva de estímulo para o problema, a ser adotado por quaisquer países ou comunidades lingüísticas no enfrentamento das mudanças socioambientais.

Nos dias 21 e 22, a convite de Portugal, o diretor do Departamento de Educação Ambiental do MMA participará de um encontro, na cidade de Aveiro, para debater a convergência de diversas agendas ambientais e de educação ambiental naquele país.

ASCOM/MMA


Nenhum comentário: