12 de set de 2007

Sala Verde prepara ações ambientais para a Primavera

Equipada com um acervo de mais de cem títulos relacionados à temática do meio ambiente, a sala verde que a Secretaria do Meio Ambiente (SMA) está montando em parceria com a unidade da Fundação Cidade Mãe, Empresa Educativa de Pau da Lima, está preparando uma série de eventos culturais e ambientais que serão desenvolvidos durante a Primavera com crianças e adolescentes dos bairros de Pau da Lima, São Marcos, a comunidade de Canabrava e localidades adjacentes.

De acordo com Isaias Vasconcelos, chefe de setor da SMA e encarregado pelo acervo, a sala verde é um projeto do Ministério do Meio Ambiente em parceria com a SMA e Fundação Cidade Mãe. O objetivo é desenvolver atividades que envolvam as comunidades locais no importante trabalho de educação ambiental.

Logo que os trabalhos de catalogação do acervo sejam concluídos, disse Isaias Vasconcelos, vamos sentar com os parceiros a exemplo da FCM, empresas e escolas para traçar uma programação com palestras, mostras fotográficas, seminários, atividades teatrais com jovens das comunidades locais, todos abortando temas de interesse dessas localidades, voltados para o meio ambiente.

Com publicações bastante atualizadas, os estudantes, professores e os moradores vão dispor de livros para consultas em temas a exemplo do cerrado brasileiro, assentamento e reforma agrária, biodiversidade da Chapada Diamantina, educação ambiental dentre outros. "As consultas estarão disponíveis internamente, pois as publicações não podem sair da biblioteca", acentuou.

O acervo da sala verde está integrado ao da biblioteca da FCM, o que representa um atrativo a mais para os moradores. Uma curiosidade do novo espaço é a presença de uma mesa de material reciclado, incorporada à proposta ambiental do projeto.


Oficinas


No memento, a Fundação Cidade Mãe, Empresa Escola de Pau da Lima está desenvolvendo duas oficinas para moradores da região. Uma de eletricidade e a outra de cabeleireiro e estão abertas as inscrições para a oficina de paisagismo. As oficinas têm carga horária mínima de 200 horas, cada uma capacitando 20 pessoas por turno. "A idéia incluir as atividades da sala verde nessas oficinas", salientou Isaias Vasconcelos.

Um comentário:

Sissi disse...

Como está a agenda atual da Sala Verde? O que está programado para esse verão?